Os Feitos Simples são os Mais Elogiados e Lembrados


Duas pátrias produziram dois heróis: de Tebas saiu Hércules; de Roma saiu Catão. Foi Hércules aplauso da orbe, foi Catão enfado de Roma. A um admiraram todos, ao outro esquivaram-se os romanos. Não admite controvérsia a vantagem que levou Catão a Hércules, pois o excedeu em prudência; mas ganhou Hércules a Catão em fama. Mais de árduo e primoroso teve o assunto de Catão, pois se empenhou em sujeitar os monstros dos costumes, e Hércules os da natureza; mas teve mais de famoso o do tebano. A diferença consistiu em que Hércules empreendeu façanhas plausíveis e Catão odiosas. A plausibilidade do cargo levou a glória de Alcides (nome anterior de Hércules) aos confins do mundo, e passará ainda além deles caso se alarguem. O desaprezível do cargo circunscreveu Catão ao interior das muralhas de Roma. 

Com tudo isto, preferem alguns, e não os menos judiciosos, o assunto primoroso ao mais plausível, e pode mais com eles a admiração de poucos que o aplauso de muitos, sendo vulgares. Os milagres de ignorantes apelam aos empenhos plausíveis. O árduo, o primoroso de um superior assunto poucos o percebem, embora eminentes, sendo assim raros os que nele acreditam. A facilidade do plausível permite-se a todos, vulgariza-se, e assim o aplauso tem de ordinário o mesmo que de universal.

Vence a intenção de poucos a numerosidade de um vulgo inteiro. Mas a destreza é topar com os cargos plausíveis. É questão de discrição subornar a atenção comum no assunto plausível; manifesta-se a todos a eminência, e com os votos de todos se graduou a reputação. 

Devem estimar-se mais os que o são mais (isto é, os assuntos mais plausíveis). É palpável a excelência em tais façanhas, e, se o for com evidência, plausível; as primorosas têm muito de metafísico, deixando a celebridade às opiniões.
Chamo cargo plausível aquele que se executa à vista de todos e ao gosto de todos, sempre com o fundamento da reputação, por excluir aqueles a quem falta tanto de crédito quanto sobra de ostentação. Vive rico de aplauso um histrião, mas perece de crédito. Ser, pois, eminente em assunto fidalgo, exposto ao teatro universal: é isso conseguir a augusta plausibilidade.
Que príncipes ocupam os catálogos da fama, se não os guerreiros? A eles se deve com propriedade o epíteto de magnos. Enchem o mundo de aplauso, os séculos de fama, os livros de proezas, porque o belicoso tem mais de plausível que o pacífico. 

Entre os juízes escolhem-se os justiceiros para imortais, porque a justiça sem crueldade sempre foi mais grata ao vulgo do que a piedade remível. Nos assuntos do engenho triunfou sempre a plausibilidade. O que é suave num discurso plausível recreia a alma, lisonjeia o ouvido, já que a secura de um conceito metafísico os atormenta e enfada.
Baltasar Gracián y Morales, in 'O Herói'

Um comentário:

Pop Blogs disse...

Parabéns pela postagem, como sempre é um excelente artigo. A Internet no Brasil realmente precisa de postagens de qualidade como estas que você está nos oferecendo. Gostaria de lembrar também um ótimo agregador de conteúdos que vem se destacando muito, que é o Pop Blogs:
http://www.popblogs.net

Divulgue suas postagens gratuitamente todos os dias sem fila de espera, tenha seus links publicados em nosso site, Facebook, Twitter, concorra a prêmios na Promoção Parceria Premiada e aumente muito mais as visitas diárias de seu blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...